Seminário NEMES

10ª edição (junho 2016)

PARTICIPANTES

Andréa Kogan
Eduardo Oyakawa
Isadora G. Sinay
José Luiz Bueno
Maria Angélica Santana
Maria Cristina M. Guarnieri
Mirella Giglio
Nathalie Hornhardt
Wilma Steagall De Tommaso

ABERTURA

Palestra com o coordenador geral do grupo
Prof. Dr. Luiz Felipe Pondé:
“Judaísmo e a Crise da Modernidade”






COMUNICAÇÕES

MESA 1

Não amarás a solidão de tua gente”: uma análise do ethos religioso na literatura de Franz Kafka
(Doutorando Eduardo Oyakawa)

Identidade e Antissemitismo em Arthur Miller
(Doutoranda Isadora G. Sinay)

K. – Contingência, Memória e Política: a busca de um pai judeu pelo corpo de sua filha
(Profa. Ms. Nathalie Hornhardt)

MESA 2

Assimilação artística: de judeu a artista moderno
(Profa. Dra. Wilma Steagall De Tommaso)

O judeu-hifenizado e a modernidade
(Doutoranda Andréa Kogan)

Santa Muerte: a luz sobre o lado sombrio da sociedade
(Mestranda Mirella Giglio)

MESA 3

Ética e geopolítica: a justiça levinasiana no contexto geopolítico contemporâneo
(Profa. Dra. Maria Angélica Santana)

Leo Strauss e a crise da modernidade como crise moral
(Prof. Dr. José Luiz Bueno)

A existência diante do nada na crise da modernidade
(Profa. Dra. Maria Cristina M. Guarnieri)



•• Clique para ver as EMENTAS disponíves ••

MEDIADORES

Andrea Kogan (Mesas 3)
José Luiz Bueno (Mesa 1)
Maria Cristina Mariante Guarnieri (Mesa 2)

ORGANIZAÇÃO

Andréa Kogan
José Luiz Bueno
Maria Cristina Mariante Guarnieri

ARTE E DESIGN

Jussara Trindade de Almeida

Sobre a poster: A ilustração do poster foi criada a partir de foto de uma das esculturas de Antony Gormley, instalada no topo de um edifício no centro da cidade de São Paulo em 2012. Essa escultura fazia parte de um projeto de instalação pública em larga escala chamado “Event Horizon”, que acompanhava a exibição do trabalho do artista britânico no Brasil naquele ano. O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB SP) recebeu a exposição intitulada Corpos Presentes – Still Beings, com curadoria de Marcello Dantas (diretor artístico na criação do Museu da Língua Portuguesa em São Paulo). A escultura ilustrada no poster era uma das 31 peças da coleção composta por homens nus feitos de ferro fundido e fibra de vidro, em tamanho real, todos moldados no corpo do próprio artista (que tinha 61 anos na época). Além das peças que ocuparam os três andares e o subsolo do CCBB SP, várias esculturas como essa foram colocadas no topo de outros edifícios espalhados pela cidade. A exposição também foi apresentada no Rio de Janeiro e em Brasília no mesmo ano.

REALIZAÇÃO

NEMES – Núcleo de Pesquisa em Mística e Santidade
Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências da Religião (PUC-SP)
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo


Anúncios